Palestrantes internacionais serão destaque na AES Brasil Expo 2014

Como já é tradição do evento, a AES Brasil Expo reunirá uma ampla seleção de profissionais renomados em suas áreas de atuação em todo o mundo que falarão sobre temas específicos durante o evento. Confira alguns destaques:

Estados Unidos

A Percepção e medição de qualidade de som Headphone : Ouvintes concordam em o que faz um Headphone ter um som bom?

Sean-Olive

Sean Olive – Keynote Presentation

May 14th 17:30 – 19:00

Cada vez mais, os consumidores estão experimentando seu conteúdo de áudio através de fones de ouvido conectados a dispositivos móveis. No ano passado , as vendas de fone de ouvido foram 8,2 bilhões dólares em todo o mundo e continuam a crescer. Fones de ouvido premium (U$100 + ) agora respondem por 90% do crescimento da receita anual. Pesquisas de mercado indicam que a qualidade do som é um fator determinante na compra de fone de ouvido com a marca e moda também sendo fatores importantes entre os consumidores mais jovens. No entanto, ironicamente, a ciência por trás do que faz um fone de ouvido bom som e como medi-lo é mal compreendida. Isto, combinado com a falta de padrões perceptivamente significativos de fones de ouvido pode explicar por que a compra de um fone de ouvido, hoje, é como brincar de roleta russa com seus ouvidos. A bala mágica para alcançar a qualidade de som dos headphones (auscultadores) mais consistente é uma ciência.

Recentemente, realizamos uma série de testes de audição double-blind (duplo-cegos) controlados em fones de ouvido populares (tanto reais como modelos virtualizados ) para entender melhor a relação entre a sua qualidade de som percebida e desempenho acústico. Um segundo conjunto de experimentos mediu preferências de ouvintes de diferentes fones de ouvido equalisados para diferentes respostas curvas alvo, inclusive curvas difusas recomendadas e de campo livre. Um terceiro conjunto de experimentos utilizaram um método de ajuste onde os ouvintes reajustaram diretamente a sua preferência de níveis de graves e agudos de um fone de ouvido e alto-falante empatou para a mesma resposta-alvo da sala. Desta forma, podemos medir a variação no gosto dos ouvintes individuais equilíbrio espectral dos fones e determinar a extensão em que a resposta alvo de fone de ouvido preferido deve simular a resposta de um alto-falante preciso em uma sala de audição de referência. Mais recentemente, os testes foram realizados em diferentes países usando ambos ouvintes treinados e destreinados, de diferentes idades, a fim de determinar se esses fatores influenciam o gosto na qualidade do som dos fones.

Juntos, os resultados desta pesquisa mostram que, quando a influência da marca, moda e endosso de celebridades são removidos dos testes de fone de ouvido, ambos ouvintes treinados e inexperientes geralmente concordam em quais fones de ouvido soam melhor e isto correlaciona com seu desempenho acústico.

Sean Olive é diretor de pesquisa acústica para Harman International. Ele dirige o grupo de R&D (Reseach and Development – Pesquisa e Desenvolvimento) e supervisiona a avaliação subjetiva de novos produtos de áudio, incluindo sistemas de áudio automotivos da OEM da Harman. Sean é graduado em música pela Universidade de Toronto e seu mestrado e doutorado em gravação de som é pela McGill University, em Montreal. Sua pesquisa de doutorado foi sobre adaptação para sala acústica e interação acústica entre alto-falantes e salas. Dr. Olive tem escrito mais de 30 artigos de pesquisa sobre a percepção e medição de áudio, para o qual recebeu o prêmio de Fellowship áudio Engineering Society (AES) em 1996 e dois prêmios de publicação (1990 e 1995). Sean é o atual presidente da AES (Audio Engineering Society).

Mexico

Unicamente a verdade – Valeria Palomino

DSC_8206-Edit-200x300

Nesta apresentação vamos ver como lidar com o desenvolvimento de um projeto de gravação de uma ópera, desde seu planejamento inicial. A produção executiva, produção musical e engenharia do projeto. Vamos ter exemplos de cada etapa de planejamento, gravação, edição e mixagem. A tomada de decisão e os resultados.

Valeria Palomino – profissional atuante no mercado mexicano há mais de 20 anos, Valeria preparou uma apresentação de seu trabalho junta a uma companhia de ópera, detalhando todo o processo realizado para registrar a ópera Unicament la Verdade de Gabriela Ortiz.

Uruguai

Usos infinitos de microfones figura oito

Esta apresentação irá descrever as vantagens do uso de um tipo muitas vezes incompreendido e relegado, seja em estúdios, audiovisual ou ao vivo, de padrão polar. Microfones unidirecionais são a regra nestes domínios e, muitas vezes, por razões que são facilmente superados pelos microfones bidirecionais. Vamos compartilhar o conhecimento prático através de experiência adquirida, ao revisar os princípios de microfones de gradiente de pressão.

Cesar Lamchstein é diretor do estúdio Vivace Music e professor na Universidade ORT no Uruguai.

Portugal
Realidade Aumentada Áudio – José Vieira

Nesta palestra serão apresentados os desafios colocados pelos sistemas de realidade aumentada áudio. A localização do ouvinte no espaço e a medição da direção da cabeça em tempo real de uma forma robusta são condições essenciais para a concretização de um sistema de realidade aumentada áudio. Além disso, é necessário recriar o espaço acústico virtual que simule o efeito acústico dos pavilhões auriculares e do torso de modo a criar a ilusão realista da direção do som. O sistema terá ainda de simular a acústica de uma sala virtual com as suas múltiplas reflexões e reverberação. Nesta palestra serão apresentados alguns dos avanços na tecnologia de localização em espaços interiores utilizando faróis de ultrassons e alguns dos desenvolvimentos em que o autor tem estado envolvido. Serão também apresentados resultados de um simulador acústico a funcionar em tempo real desenvolvido na Universidade de Aveiro. No final serão apresentados alguns dos problemas em aberto nesta área dos sistema de realidade aumentada áudio.

Peru
Comportamento da Parte Real da resistência mecânica de um alto-falante dentro da Faixa de pistão, incluindo o efeito de Carregamento Acústico do circuito magnético

May 14th 15:30 – 17:00

A resistência mecânica de um alto-falante tem geralmente sido incluída nos modelos aglomerados tradicionais de baixas frequências, como um componente de um valor constante. Hoje em dia, é bem conhecido que a parte real da impedância mecânica está longe de ser constante.

Neste artigo vamos discutir o comportamento da parte real da impedância mecânica na faixa de pistão rígido do alto-falante e quais os fatores que estão controlando essa função em freqüências diferentes. Em freqüências mais baixas os efeitos viscoelásticos são claramente notados, em freqüências mais altas, tem sido muitas vezes observado um aumento desta função, uma discussão preliminar deste aumento é apresentada nesta palestra.

Jorge Moreno trabalhou durante muitos anos em empresas internacionais ilustres associados com áudio e acústica, tais como a Bruel & Kjaer. Ele pesquisou novas tecnologias (especificamente medições de alto-falantes com lasers), trabalhou como consultor indepedente em muitos projetos e ensina regularmente na Pontifícia Universidade Católica do Peru. Ele tem sido um membro AES há mais de 20 anos, e freqüentemente faz apresentações para as secções da AES na América Latina, ajudando a educar as pessoas em tecnologia de áudio, tendo sido nomeado Fellow da sociedade por seu trabalho


Dinamarca

Microfones e inteligibilidade da voz

May 15th 13:30 – 15:00

Eddie Brixen e Nils Vinding

Neste workshop os fatores importantes a respeito da inteligibilidade da fala são explicados. O campo sonoro ao redor da cabeça e do corpo é discutido. O espectro, a diretividade e os níveis de fala e voz são explicados/demonstrados. Além disso, é demonstrado como tirar o melhor proveito da seleção microfone e posicionamento do microfone.

Eddy Brixen é um especialista em áudio com a DPA Microfones e também trabalha como consultor independente e professor de acústica, eletroacústica e áudio forense. Ele ocupa o cargo de presidente do Comitê Técnico da AES em Microfones e Aplicações. Eddy é o autor de “Audio Metering” (em Inglês) e “Electroacútica Práctica” (em espanhol).

Nils Vinding – Depois de vários anos como baterista/compositor profissional durante a qual trabalhou em muitos lançamentos como bandleader e sideman, também em turnê no Brasil e fazer cursos de aperfeiçoamento no Rio, Nils decidiu tirar uma licenciatura em economia e liderança. Ele se juntou ao departamento de vendas da DPA Microphones como Chefe de Varejo e Endosso, onde era responsável pela sua entrada para o mercado global de varejo. Isso significou trabalhar em estreita colaboração com P&D e marketing, bem como estar no comando de A&R. Atualmente ele é Gerente de Vendas Regional e Especialista Pro Audio.

Publicado em 2014, Imprensa, Notícias

Mapa