A Importância de Filtros com Singularidades Reais com Aplicações em Áudio

Células que abrangem duas
linhas:

Palestrantes: Profs. Homero Sette e Sidnei Noceti Filho
Filtros com singularidades reais apresentam importantes aplicações práticas no processamento de sinais em geral e particularmente em áudio.

Dentre as aplicações discutidas neste trabalho tem-se: i) Filtros seletores de sinais com polos coincidentes. Apesar da pouca seletividade proporcionada, apresentam as melhores características de fase e temporais. Ainda, com estas funções, podem ser obtidos filtros transicionais que são uma opção possível para obtensão de requisitos simultâneos de seletividade, fase e resposta temporal. ii) Integradores, são redes instáveis com um polo na origem. Porém quando usados como sub-blocos em estruturas realimentadas, ocupam um papel importante na síntese de filtros ativos. iii) O uso em ponteira de osciloscópio X10. Sua existência é devida a necessidade de compensar a capacitância do estágio de entrada de um osciloscópio. iv) Seu uso em crossovers é necessário porque nenhum alto-falante existente comercialmente consegue reproduzir com uma qualidade aceitável toda a faixa de frequências dos sons audíveis, normalmente considerada entre 20 Hz e 20 kHz. O espectro total de frequências do sinal sonoro é separado em faixas menores que serão reproduzidas por um alto-falante dedicado. v) Na década de 50 a Associação Americana das Indústrias de Gravação (RIAA) criou uma curva padrão para a gravação de discos de vinil trazendo como benefícios a atenuação de graves, reduzindo o tamanho do sulco e consequentemente, diminuindo o deslocamento da agulha de corte, na matriz. Assim são diminuídas as distorções na captação e evitada a interferência entre sulcos com grande conteúdo de baixas frequências. Uma vantagem adicional é o aumento do tempo de gravação. vi) O ruído rosa é usado como fonte de sinal na medida das características de sistemas eletroacústicos. Também é chamado de “ruído de excesso” por estar presente em dispositivos eletrônicos junto com outros tipos de ruídos. Ele pode ser obtido a partir de um ruído branco usando um sistema com polos e zeros reais vii) Filtros pré-ênfase e dê-ênfase, com singularidades reais são usados para minimizar a magnitude de ruídos e/ou interferências de alta frequência que aparecem, por exemplo, na saída de demoduladores FM e em circuitos que fazem uso de bucket brigade device (BBD), usados em pedais de efeito Chorus, Flanger e Delays analógicos. viii) Equalizadores de áudio são usados para se obter reforço e atenuação de frequências graves médias e agudas. Eles estão presentes em uma grande parte de amplificadores de potência no estágio de pré-amplificação. ix) Os filtros passa-alta de primeira ordem na entrada e na saída de circuitos eletrônicos possibilitam o seu cascateamento sem que as polarizações sejam afetadas, através do bloqueio dos níveis DC

Publicado em Uncategorized

Mapa